13 julho 2018


" QUEM NÃO TE CONHECE QUE TE COMPRE "
Após ação do MPRN, ato que aumentou salários na Prefeitura e Câmara de Parazinho é anulado
Com a decisão, os beneficiados foram condenados a ressarcir os cofres públicos e a perda dos direitos políticos
Após uma ação do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), a Justiça potiguar condenou o ex-prefeito de Parazinho e mais sete vereadores locais à perda dos direitos políticos e a devolverem ao erário valores recebidos indevidamente após aprovarem ato que dobraram os próprios salários. O aumento salarial entrou em vigor em 2012.

Na sentença condenatória, a Justiça reconheceu que o ex-prefeito Genival de Melo Martins e ainda Luiz Júnior Severiano de Souza, Marcos Antônio de Oliveira, José Teixeira de Carvalho, Rildo Câmara, Cláudio Sebastião dos Santos e Jairo Miranda Silva, que eram vereadores à época, praticaram ato de improbidade administrativa e declarou nulidade da resolução que aumentou os salários.

Em sessão realizada em 20 de novembro de 2012, o plenário da Câmara Municipal de Parazinho aprovou, por seis votos a zero, o projeto de Resolução nº 001/2012, de 5 de outubro de 2012, publicada no Diário Municipal em 14 de dezembro do mesmo ano, que previa o aumento de subsídios, para o mandato de 2013-2016, dos agentes políticos da cidade. Em 18 de dezembro de 2012, o então prefeito Genival de Melo Martins promulgou a Lei Municipal nº 372/2012, que foi publicada em 28 de dezembro.

Assim, o subsídio do prefeito passou de R$ 6 mil para R$ 14 mil; o do vice-prefeito de R$ 3 mil para R$ 7 mil; o dos vereadores de R$ 2,7 mil para R$ 6 mil. O presidente da Mesa Diretora da Câmara Municipal passou a receber o subsídio de até R$ 8 mil, que antes era de R$ 4 mil; e os secretários municipais passaram a receber R$ 2,5 mil, mais do que o dobro pago anteriormente, que era de R$ 1,2 mil.

O MPRN conseguiu comprovar os delitos dos denunciados e a Justiça os condenou ainda a ficarem proibidos de contratarem com o Poder Público ou receberem benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de três anos.

A Justiça decretou ainda a suspensão dos direitos políticos deles por cinco anos, tudo nos termos da Constituição Federal. Luiz Júnior Severiano de Souza, Marcos Antônio de Oliveira e Cláudio Sebastião dos Santos, além da perda de suas funções públicas, foram condenados ao ressarcimento integral dos valores recebidos a maior decorrentes da Resolução 001/2012 e Lei Municipal 372/2012, devidamente corrigidos, com aplicação de multa civil no montante de dez vezes o valor da remuneração recebida pelos agentes.

Genival de Melo Martins, Rildo Câmara, José Teixeira de Carvalho e Jairo Miranda Silva, foram condenados ao pagamento de multa civil no montante de cinco vezes o valor da remuneração recebida.

12 julho 2018

Parazinho RN: Ex-Prefeita e professora, amiga do povo de Parazinho Rita de Luzier parabeniza nossa cidade pelos seus 56 anos de emancipação política.

10 julho 2018

Fotos preto e branco: Ex prefeita, professora Rita de Luzier, amiga do povo de Parazinho, abraçou a causa da conscientização do Câncer de Mama.
Interrogada sobre a importância de abraçar a causa, em sua conta nas redes sociais, Rita enfatizou.
“É uma ação muito bonita, voluntária que ajuda a minimizar o sofrimento das pessoas e das famílias. Que continuem com essa força e nessa luta. Que vocês perseverem e tenham muita força para caminharem sempre em prol do avanço no que se refere à oncologia”, disse Rita. “Reitero meu compromisso nesta causa contra o câncer de mama, comprometimento com vocês naquilo que for possível, nos procurem para que possamos juntos buscar alternativas para solução”, afirmou Ex prefeita, professora Rita de Luzier, amiga do povo de Parazinho.

FOTOS PRETO E BRANCO NAS REDES SOCIAIS: CAMPANHA CONTRA CÂNCER

Nos últimos dias, a hashtag #desafioaceito vem se espalhando – e provocando curiosidade – nas principais redes sociais, do Facebook ao Twitter e Instagram. A hashtag acompanha publicações de retratos dos usuários em preto e branco, sem maiores esclarecimentos. 

Mas eis que o mistério tem explicação: trata-se de uma campanha de conscientização e combate ao câncer.

07 julho 2018

Concurso da Polícia Militar do RN tem edital republicado com mil vagas (nível superior)   

O governo do Rio Grande do Norte publicou, no Diário Oficial desta sexta-feira (6), o edital do concurso para preenchimento de mil vagas praças da Polícia Militar. São oferecidas 938 oportunidades para pessoas do sexo masculino e 62 para as de sexo feminino. O salário inicial, após formação, é de R$ 2.904,00.

O concurso será realizado pelo Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo (Ibade). De acordo com o cronograma, as inscrições, que custam R$ 100, deverão ser realizadas pela Internet, no site do instituto, do dia 16 de julho até o dia 13 de agosto.
Na primeira etapa, os candidatos farão prova objetiva e redação, previstas para o dia 23 de setembro e será realizada nas cidades de Natal, Mossoró, na região Oeste e Caicó, no Seridó. É o próprio candidato quem escolhe o município onde quer fazer as provas.
As demais etapas são: exame de saúde, teste de aptidão física (TAF), avaliação psicológica, investigação social e avaliação de títulos. Os candidatos aprovados até a sexta etapa, dentro do número exato de vagas do Edital de abertura do concurso, participarão ainda de um curso de formação.
Do G1

04 julho 2018


Parazinho: MPRN recomenda regularização de portal da transparência
Uma série de medidas devem ser efetivadas pelo prefeito no prazo de 30 dias
O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) emitiu uma recomendação ao prefeito de Parazinho para que regularize pendências encontradas no sítio eletrônico da Prefeitura e promova a correta adequação do Portal da Transparência. 

A 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de João Câmara, que elaborou o documento, fixou o prazo de 30 dias para que as medidas sejam efetivadas.

Entre as ações que devem ser implementadas pelo Município está a migração de informações contidas no antigo Portal da Transparência de Parazinho para o novo Portal da Transparência – tendo o cuidado de facilitar a divulgação dessa mudança e de tornar acessível os dados e informações atinentes à gestão pública da municipalidade.

O site da Prefeitura deverá trazer mais informações sobre estrutura organizacional, como detalhamento sobre as secretarias, atribuições de cada órgão, disponibilizar os meios de contato de cada secretaria e dados mais completos sobre a prestação de serviços do Poder Público para a sociedade

Além disso, a população terá que encontrar no portal informações referentes ao registro de repasses, transferências de recursos financeiros e despesas entre os anos de 2013 a 2017. Atualmente, o novo Portal da Transparência apresenta apenas dados relacionados ao primeiro semestre de 2018.

Outra medida a ser tomada pelo Município é adotar um sistema integrado de administração financeira e controle, que atenda a padrão mínimo de qualidade estabelecido pelo Poder Executivo da União, conforme expressa a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Toda e qualquer despesa contraída pelo Município deverá constar no portal, assim como a  disponibilização, por unidade orçamentária dos órgãos e entidades, em tempo real. Ou seja, pela administração central da Prefeitura e pelas demais unidades gestoras e ordenadoras de despesas, seja um procedimento licitatório, dispensa ou inexigibilidade – quando for o caso, com o número correspondente do processo, realizado no Município nos anos de 2013-2018.

O Município ainda terá que dar ampla divulgação sobre informações específicas e dados gerais acerca das ações, programas, projetos e obras de Parazinho. 

Disponibilizar a relação dos servidores, com indicação de vencimentos entre os anos de 2013-2018; incentivar a participação popular e realizar audiências públicas (durante os processos de elaboração e discussão dos planos, lei de diretrizes orçamentárias e orçamentos);

Por fim, o MPRN recomenda que o Município mantenha a atualização dos dados, de modo que a população possa ter ciência da administração que possui, cumprindo-se, assim, o princípio constitucional da publicidade.



01 julho 2018


Pereiros-Parazinho/RN: Fábio Aguiar e Marilene Cirino realiza 3° arraiá da AGROVIER.
Efetuou-se na noite deste sábado-(30), na Fazenda Agrovier (Zona Rural de Parazinho), congregou e animou os moradores de Pereiros e diversas cidades, além de produtores rurais convocados pelos anfitriões.

Uma impecável estrutura foi instaurada para  recepcionar  os visitantes. 

 Ao som de muito forró pé de serra, uma noite que ficou registrada na história, como o maior e mais belo festejo de São Pedro realizado na região.

As Quadrilhas Juninas improvisadas se apresentaram para o público, um dos ápices mais aguardado da noite, pela ludicidade que encontra-se nos traços de uma quadrilha espontânea.

O prefeito de João Câmara, Manoel Bernardo (DEM), acompanhado do ex-prefeito e maior líder político da história de João Câmara: Maurício Caetano (DEM), Professor e comunicador José Aldo Monteiro. Entre outros amigos que caminharam juntos até a Fazenda onde prestigiaram o evento.

Representando o Legislativo da cidade dos ventos, a vereadora Isabel Cirino (PDT),  assistida de seu esposo e ex-vereador: Gilberto Venâncio, além de diversas lideranças públicas que também marcaram presença no evento junino.

Além das apresentações das quadrilhas juninas, comidas típicas como Pamonha, bolo, milho, grude e  Canjica foram distribuídas para o público, além de prêmios oferecidos pelos organizadores através de um sorteio de número (Bingo).

"Não há satisfação maior do que aquela que sentimos quando proporcionamos alegria aos nossos familiares e amigos que vem juntamente conosco, festejar por três vezes consecutivas o arraiá da AGROVIER". Finalizou Fábio Aguiar.


Hospital Municipal de Natal é fechado e pacientes são encaminhados para UPAs

Pacientes que buscaram atendimento no Hospital Municipal de Natal neste domingo, 1º de julho, tiveram uma surpresa: o local está fechado para novos pacientes, segundo informaram funcionários do local e um aviso colocado na porta da unidade.
Segundo eles, a informação é que a partir de agora serão recebidos apenas os casos de urgência. Os demais pacientes serão encaminhados para as unidades de pronto-atendimento (UPAs).
Até o momento, nem a Secretaria Municipal de Saúde, nem a direção da unidade se manifestaram sobre o caso.
Agora RN